terça-feira, 19 de julho de 2011

Silvermist de bicicleta


Era uma vez a Silvermist e a C. que iam todas felizes da vida a passear nas suas bicicletas. Tiveram que parar e amarraram as ditas cujas num poste.
Agora pensem na pior coisa que podia ter acontecido, aconteceu! O cadeado estragou-se e não dava para abrir. A perspectiva de deixá-las ali e ir a pé para casa era cada vez mais real.

Estivemos imenso tempo a tentar abrir e nada. Pensamos que mais podíamos fazer e fui a um café pedir se tinham alguma coisa para cortar, nada! Lembramo-nos que existia uma loja com chaves e coisas assim ali perto e fomos perguntar se sabiam como podíamos resolver aquilo. Um dos funcionários prontificou-se a vir connosco. Já no local pede-me a chave, coloca na ranhura, roda, puxa o fio umas duas vezes e abriu!

Seu cadeado traidor de uma figa!! Nós ali montes de tempo e o desgraçado abre-se assim num instante para qualquer um! Podia ter precisado de um alicatezinho que fosse, mas nem isso! Que vergonha... mas pelo menos acabou tudo bem (tirando o nosso ego claro). E o nosso muito obrigada ao rapaz que nos ajudou.

6 comentários:

Rosie disse...

Em primeiro, quero dizer que me deixas-te com grande sorriso por causa do livro da Anita, já nem me lembrava o quanro doida eu era por estes livros e o quanto eles marcam a minha infancia.
Segundo, ainda bem que há moços simpaticos por aí :)

Mariana disse...

:) os livros da Anita:)

Ana FVP disse...

Looool Que situação!

Barbie Maria disse...

É tão mau quando isso acontece, as vezes estou montes de tempo para fazer qualquer coisa que não consigo vou pedir ajuda, é como se fosse a coisa mais fácil do mundo.

Lux disse...

A imagem levou-me agora à minha infância... Acho que tive todos os livros da Anita. Adorava!

A mim também já me aconteceram situações em que só me apetece que o chão me engula no momento!
Daqui a uns tempos vão rir-se disso!

xoxo
Lux

Silvermist disse...

Rosie, também fizeram parte da minha infância. Ainda tenho ali alguns guardados. :)

Mariana, saudades. :)

Ana FVP, podes crer!

Barbie Maria, sim e depois fico a sentir-me mesmo tótó. eheh

Lux, eu só tenho mesmo alguns dos livros mas adorava! Claro, até passados uns minutos já nos ríamos. ;)