segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Oscares - Gwyneth Paltrow

Eu gosto do vestido. Apesar de ser dourado e com um decote considerável, mantém a simplicidade e elegância característica de Calvin klein.
O que eu não entendo é o broche/brinco. Tipo a sério? Todos iguais ainda por cima?
Bem se ela se sente bem... é isso que interessa!


(again, que sobrancelhas são estas??)

Chris Martin querido, os maridos servem para nos avisar destas coisas!

A cara que o Chris fez quando viu a toilette da Mrs.Martin

Óscares 2011 - Anne Hathaway

A Aninha escolheu um vestido vermelho valentino cai-cai para os óscares, que na minha opinião parece um repolho MAAAS o cabelo!! O cabelo!! Ok melhor cabelo de sempre! Tem umas madeixas ruivas que lhe ficam muito bem. Também quero!



E o James Franco também não está nada,nada mal hummmm...


(mas as sobrancelhas dele estão um bocadinho esquisitas não estão??)

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Very lady like

Editorial da Vogue US de 1965
Eu tinha de publicar isto!!!
Adoro as roupas,as poses, a cara de está tudo perfeito quando tudo á volta está a cair* Sempre com classe. Porque como a Lili Caneças uma vez disse: "Há que ter sempre classe, uma pessoa com classe anda devagar, mesmo que uma bomba atrás de si tenha acabado de explodir, uma pessoa com classe nunca corre! "Ah, eternas pérolas gravadas na minha memória.
*(Refiro-me à guerra no Vietname, o assassinato de JFK e Martin Luther King,uma crescente incompreensão entre gerações que levou à revolta dos estudantes) . Apesar de tudo isto, um novo panorama abriu-se para a América.A liberdade de expressão,novos direitos civis.O povo pode ter perdido grandes líderes mas ganhou voz.).
Uma óóóptima solução para quando acordamos com olheiras.
E este cintinho super actual?
Amo a maquilhagem, o corte clássico do fato, os brincos tão característicos da época e as luvas!! (e a mãozinha no bolso, dá um je ne sais quoi à foto!)
 Eu quero um casaco destes!! (Não percebi muito bem a touquinha da senhora da direita, mas vamos passar à frente).

Again, a mãozinha no bolso.
Tenho mesmo de aprender a fazer este olhar de mãe chateada. “Foste tu que comeste as bolachas Pedrinho Maria??" Super sexy e autoritário ao mesmo tempo!
Senhora da esquerda- Aii que door de cabeça!
Senhora da direita-Oh querida mas o que se passa?
SdE- Nada,nada estou só a treinar para quando chegar o meu marido.
(Brincadeiras à parte amo os vestidos).

Todas as fotos de Youthquakers!

Consegui!


Finalmente consegui! Ficou uma fornada tão bonitinha. E desta vez parecem-se mesmo com scones! Nada de imitações de bolachas... Portaram-se tão bem no forno, nem sequer andaram à luta entre eles por espaço. Agora é só controlar-me para deixar alguns para o resto da família.

Alguém é servido? ;)

Jubinha

Hoje acordei com um cabelão assim.
Ok duas hipóteses:
a)Assumir os caracóis e passar o dia a fazer sorrisos destes
b)Escondê-lo com um rabo de cavalo e passar o dia a queixar-me do cabelo

Mas quem é que repara no cabelo quando fazemos sorrisos destes?
Vai a hipótese a), nas palavras da publicidade da Bimbo, com muito gosto!

Boa segunda-feira ;)


sábado, 19 de fevereiro de 2011

Encontro

Por Silvermist

O vento sopra forte nesta tarde de Outubro. Leva consigo as folhas que vão caindo das árvores da avenida e as que se amontoam no chão. O sol começa a espreitar tímido por entre as nuvens negras que cobrem o céu. Estas são fruto da tempestade que se fez sentir durante a maior parte do dia. Num parque ao fundo a vida parece decorrer em câmara lenta contrastando com o corrupio de transeuntes e viaturas. As crianças desafiam a gravidade nos seus baloiços indo o mais alto que lhes é permitido. Num banco mais afastado uma senhora de longos cabelos dourados concentra-se na leitura de um livro.

Um homem segue por entre as pessoas tentando abrir caminho para chegar à velha loja de antiguidades que lhe fora altamente recomendada. Prepara-se para abrir a porta de madeira envidraçada e é então que nota no reflexo o pequeno oásis verde. Um calafrio percorre-lhe o corpo e é impelido a virar-se. Vê-a. “É ela. Impossível. Mas será que…” Desiste de entrar na loja e segue por uma vez na vida o que o coração lhe diz.

- Mãe, mãe! Partiu. – grita um menino enquanto corre com um carrinho nas mãos.

A senhora de cabelos dourados levanta o olhar do seu livro e dirige-se ternamente à criança:

- Não te preocupes querido, arranjamos quando chegarmos a casa. – diz com um sorriso doce nos lábios.

Vê alguém aproximar-se e o sorriso vai desaparecendo e dando lugar a um misto de sentimentos. Choque, aflição, amor e saudade enredam-se numa teia complexa e incapaz de se desfazer. O que fazer? Fugir não é uma opção, está cansada de fugir. Ele ia descobrir, não adianta adiar o inevitável. Intrigas e desconfianças colocaram-nos nesta situação, agora só dependia dela provar a sua inocência.

O homem já se encontra quase a chegar ao seu destino. “Ela está mesmo aqui, tão perto… Tão perto que consigo sentir a adorável fragrância que emana. É agora.” Apercebe-se da presença do menino. Uma estranha sensação apodera-se dele. É como se estivesse em frente a um espelho. Os mesmos olhos, o mesmo cabelo, o mesmo sorriso travesso… Desvia o olhar para a mulher. Os olhos encontram-se travando uma batalha muda que passa imperceptível ao resto do mundo. Um sussurro abandona a boca dela:

-Pedro…



Final aberto. Como gostariam que acabasse?

Bom fim de semana :)

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Mas porque é que ainda és solteira?

Ok, sabem quando  estão todas divertidas a falar com um rapazinho a pensar ohh ele é tão fofinho e de repente:
Paul Newman - já não se fazem homens destes

*Inserir trovões,raios,coriscos, nuvens pretas e a música que se ouve nos filmes de terror quando o assassino sai detrás duma porta ou assim (porque é que estão sempre atrás de nós e não no tecto ou na lateral, que falta de imaginação!) vocês sabem, aquele ti TI TI (a cena no duche do filme Psycho? Ya, esta música.)*
Ok neste momento pareço calma, mas estou a explodir a vossa linda cabecinha (a sério, mais  valia terem dito que o vosso programa favorito são os Morangos com Açúcar).
Primeiro gostava de dizer para NUNCA NUNCA fazerem essa pergunta a uma rapariga, a intenção até pode ser nobre e legítima (porque sim, nós somos demasiado fantásticas e realmente seria de esperar que houvesse 420 homens desesperadamente “wanting to put a ring on it” mas somos solteiras e se me continuam a fazer essa pergunta continuarei a sê-lo.
ANYWAY.
A verdadeira razão pela qual eu estou solteira é que tenho uma arqui-inimiga. Lambisgóia, sirigaita ou aquela que me rouba a chance de encontrar o amor. Huum se calhar estou a ser um bocadinho melodramática –Nã!
Eu não me apaixono com facilidade, mas quando me apaixono, apaixono-me a sério. Do tipo não durmo, cada bolacha que continuo a comer estou  a pensar em ti, raios fico a pensar em ti  o dia inteiro! É que, mal ocupe o coração, fico convencida que jamais houve um homem tão brilhante (excepto o Edward Cullen,mas também é difícil competir com tipos cobertos em purpurina) a pisar a face da Terra.

E é nesse preciso momento, no momento em que não acredito que consiga amar outro homem que ELA me rouba a minha oportunidade de amar,ser feliz e andar na marmelada.
Senhoras, agarrem os vossos homens pois eu apresento-vos a derradeira maneater:
JASON SEGEL!
Ok não, a sério.  Parem de rir. A sério. A minha vida é um drama.
Caso #1
Jaames Franco
Ok ele é meio português, autor aclamado pela crítica, lindo,inteligente, coisa sexy que só vista. O meu amor começou logo a seguir ao Spider Man, tão lindo,tão fofo, tão delirante e psicopata no fim:

Sara apaixona-se. BAM! Jason Segel apanha-o.
Snif,snif chuif chuif. Um balde de gelado mais tarde (ou três ou quatro cof cof) Sara vê esta linda criatura no conan, apanha a série 30 rock e apaixona-se por esta coisa fofa:

O que acontece a seguir?
Snif.
Sara segue em frente, também tinha um nome demasiado estranho.
Michael Cera - Dá para ser mais querido que ele?


Adivinhem quem o estava a engatar?

E por,snif, fim  fofíssimo Paul Rudd:

Portanto da próxima vez que alguém me perguntar porque estou solteira. JASON SEGEL.
Jason Segel (deve-se pronunciar de forma  lenta e dramática, tipo: JAaaaason SEGEL)
Vingança! Ou nas palavras do mini Sideshow Bob, Vendetta!!

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Haircut

Querido ex-cabelo

Desculpa por todas as vezes em que dizia mal de ti. Volta para mim sim? Ainda podemos ser muito felizes juntos.

Com saudades,
Silvermist

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011





Comecem com um pequeno-almoço destes:

…para ganhar forças para um beijo destes…

Ofereçam ou recebam as vossas flores favoritas:
­­­E troquem juras de amor:

Feliz Dia dos Namorados!!!

domingo, 13 de fevereiro de 2011

São Valentim, relações modernas e outras coisas que tal

O dia dos namorados aproxima-se… Isso já se tornou notório há uns tempos quando os corações vermelhinhos invadiram as lojas deste país. Eles chegam de mansinho e sem pré-aviso dominam tudo quanto é lugar… Bem, não tenho nada contra esta data em particular. Por um lado até é giro haver um dia para demonstrar amor ao mais-que-tudo, por outro as pessoas não se devem cingir a fazê-lo apenas uma única vez por ano.

Este assunto fez-me pensar sobre as diferenças nas relações ao longo dos anos e nos nossos sonhos de infância. Quem é que já não sonhou com o príncipe encantado e o belo do seu cavalo branco?

É claro que depois crescemos e apercebemo-nos que não existe nem pai natal, nem coelhinho da Páscoa e muito menos a fada dos dentes. E quanto ao príncipe encantado? Esse eu continuo a acreditar que existe. Um príncipe sem título nobiliárquico que não vem acompanhado por um mamífero de quatro patas. Apenas uma pessoa, como eu e tu, que é simplesmente perfeita para nós. Um sapato à nossa medida, tal como a Sari me ensinou…

Antigamente as pessoas namoravam à porta de casa, tudo muito recatado e platónico. De vez em quando lá conseguiam escapulir-se e ter um pouco mais de liberdade. Hoje em dia isto já não funciona assim. É o século da revolução informática em que todos estão apenas à distância de um clique e é possível conhecer pessoas que estejam até mesmo do outro lado do mundo.

Ainda sobre relações, ouvi isto há uns tempos durante uma viagem de metro (que são uma fonte inesgotável de conversas caricatas!):

-Rapaz 1: Amanhã vou comer a minha melhor amiga…

-Rapaz 2: Eu vou comer a Maria.

-Rapaz 3 indignado: Hei! Essa é para mim!

- Rapaz 2 muito relaxado: Calma pah…Depois trocamos…

Diz como quem troca um par de cromos repetidos. Mas eu tenho esperança que nem todos são assim. E meninas, há rapazinhos decentes por aí! Daqueles que nos tiram o ar, o sono e nos deixam o coração aos pulos. :)

Bom resto de fim de semana ;)

O efeito Jolie


      Ontem a Silver e eu fomos ver o novo filme da Angelina Jolie - O turista.

A coisa mais gira que acontece quando se sai do cinema após ver um filme da Deusa,  é que achamos que fomos um bocadinho contagiadas  pelos pós-de-pirlimpim de belezura e sensualidade dela.
   Embora o efeito seja totalmente psicológico, eu dou por mim a manifestar algumas consequências físicas. Ando mais direita, pavoneio-me mais um bocadinho, e mando assim uns olhares como se tivesse aqueles olhões dela, provavelmente assustando as pessoas por quem passo porque pareço mais algo deste género:


No entanto, tal não me impede de fazer figurinhas destas :

Sara (ainda sobre o efeito Jolie) - Vês Silver,nós áté paramos o trânsito!
Silver-(que tem mais juízo e recupera mais rapidamente do E.J) -Sara, estamos numa passadeira!!!!
Sara-Não me interessa! Paramos o trânsito!
Silver- Sim, olha para a fila que até fizemos!

Sara e Silver ignoram as outras pessoas que ainda estão a passar na passadeira, o que (felizmente!) impede os carros de avançarem, vivendo felizes na sua ilusão.
      -Fim do Episósio Passadeira.
 
     Quanto ao filme ambas gostamos, mas como nem todos o vão ver, vou deixar aqui o trailer para vos contagiar com o Efeito Jolie (agradecem-me depois) para irem para a faculdade, trabalho, ou para a sala ver desenhos animados de forma super sensual e mandar olhos de társio sexy a todos os Johnny Depp que vos apareçam.


Tenham uma óptima semana :)



sábado, 12 de fevereiro de 2011

Depilação


Threading, aka depilação com linha, é uma técnica antiga de depilação facial e de desenho de sobrancelhas em que se utiliza uma simples linha para a remoção dos pêlos.
Eu e as minhas sobrancelhas temos uma relação antiga de amor/ódio. Não gostava lá muito delas e então toca a massacrar constantemente as pobres coitadas com cera. Eis que um dia me apercebi dos danos e falhas que lhes estava a causar e achei melhor dar-lhes um descanso e deixar que elas crescessem. Ora bem, este look mais wilde já durava há um aninho e eu não andava nada contente com o ar que davam à minha cara. Comecei a pensar que secalhar não era uma má ideia experimentar fazer a depilação com linha. Prometiam qualidade, definição e manutenção dos contornos naturais. Rendi-me e fui lá hoje. Só posso dizer que adorei! Ficaram exactamente o que eu já queria há anos e estão com um ar super natural e arranjadinho. Além disso não doeu quase nada, uma maravilha. Fiquei fã!

Liberdade


Livre por fim!! Nem acredito... Foram dos meses mais longos da minha vida. Então os últimos dois dias nem se fala, as horas arrastavam-se quase a passo de caracol. Ahh que saudades que eu já tinha de sentir o calor do sol... Ver a vida a passar através das frestas das nossas janelas é tão deprimente. E posto isto declaro oficialmente que: modo anti-social off!